• Background Image

    A importância da contabilidade em processos de fusões e aquisições

    9 de Maio de 2018

9 de Maio de 2018

A importância da contabilidade em processos de fusões e aquisições

Organização, conhecimento sobre o mercado e capacidade de planejamento são alguns dos requisitos básicos para administrar uma empresa, seja ela de pequeno, médio ou de grande porte.

O responsável pela gestão da empresa deve estar sempre bem informado sobre o negócio, em especial às informações financeiras e demonstrativos contábeis. Para atender a esta necessidade, profissionais e escritórios de contabilidade se especializaram na prestação de serviços de consultoria em áreas especificas como nos processos de fusões e aquisições.

A Contabilidade está para a Gestão da Empresa como um cirurgião cardíaco esta para a sua equipe.

É possível anestesiar o paciente, prepara-lo para os procedimentos, mas saber aplicar os conhecimentos na hora correta ou a velocidade, é necessário o profissional capacitado.

Por meio das Demonstrações Contábeis sabemos como anda a saúde financeira da Empresa, as características do patrimônio e o desempenho de um negócio.

Através do controle e análise da movimentação financeira e da situação patrimonial da empresa, os consultores auxiliam o administrador a se planejar para imprevistos, estabelecer metas acuradas e conhecer, de fato, a saúde patrimonial e financeira de sua empresa.

Mas, se em situações normais o profissional da contabilidade é fundamental, em períodos de crise sua presença se faz ainda mais necessária.

Em situações econômicas inconstantes, as intervenções precisam ser pontuais e com maior precisão. Uma decisão errada na gestão pode acarretar prejuízos ou, até mesmo, colocar em risco a sobrevivência do negócio.

Com uma boa prática contábil, demonstrações feitas tempestivamente e em um nível de detalhamento apropriado é possível identificar, por exemplo, se os custos estão aumentando, qual o peso que os impostos exercem ou se uma linha de produtos está rentável ou deficitária.

A Contabilidade é o cartão de visitas da empresa.

Ela é a melhor forma de analisar sua situação financeira. Infelizmente ainda existem empresários que não dão a devida atenção e importância em vários requisitos que envolvem alguns padrões contábeis de acompanhamento. Imaginam que o Contador é apenas um serviço de pagamento de impostos.

Como funciona o trabalho do consultor contábil

Um trabalho eficiente de consultoria, seja ele em qualquer segmento de atuação, requer um bom profissional, as ferramentas adequadas e uma rotina de colaboração com a gestão.

Os administradores empresariais devem se habituar a ler as informações contábeis e financeiras periodicamente.

Mas apesar de muitos gestores não utilizarem a ferramenta que têm à disposição, a consultoria contábil está cada vez mais presente no mercado. Um dos elementos que ajudou para  expandir foi a aceitação das Normas Internacionais de Contabilidade (International Financial Reporting Standards – IFRS, no original, em inglês), que retratam a situação financeira das empresas com mais exatidão e determinaram um modelo contábil no mundo.

E quando utilizamos a contabilidade a nosso favor, seguindo os padrões descritos por normas internacionais, sua empresa estará sempre pronta para qualquer análise. Seja ela para atrair investidores, nacionais ou internacionais, ou mesmo para participar de um processo de fusão e aquisição. Normalmente os empresários perguntam: quanto vale a minha empresa?

Todavia, apesar do progresso, é necessário prevenir os administradores sobre a competência da Contabilidade como mecanismo de antecipação.

A Contabilidade, pelo ponto de vista do empresário, é quase um infortúnio, não sendo considerada como um dispositivo de gestão. É fundamental um trabalho de conscientização, para que eles mudem esta postura.

Demonstrações contábeis consistentes e realistas são fundamentais para uma gestão eficiente dos negócios. Mas, além de possibilitarem conhecer a fundo a saúde financeira da empresa, as boas práticas contábeis auxiliam os empresários em outro aspecto: na obtenção de crédito ou financiamento junto a Bancos de Investimentos.

A contabilidade, quando feita com rigor, é uma linguagem universal. As instituições bancárias e agências de financiamento analisam cuidadosamente as demonstrações, para evitar possíveis prejuízos.

A falta de conhecimento especializado faz com que inúmeras pequenas empresas cometam erros na elaboração das demonstrações financeiras, o que pode prejudica-las ao solicitarem financiamento.

Existem empresas que não percebem a importância de ter um plano contábil bem elaborado, com mecanismos de controle e demonstrações bem-feitas.

Outro problema crítico é a fidedignidade das demonstrações contábeis.

É melhor que uma empresa que não esteja em seu melhor momento faça seus apontamentos contábeis adequadamente.

Não ter demonstrações críveis faz com que ela tenha dificuldade para conseguir crédito e até em seu relacionamento empresarial e profissional com grandes empresas.

Os prejuízos de omitir ou adulterar informações nas demonstrações contábeis são ainda maiores. Além do risco legal que a empresa incorre, há ainda a possibilidade de perder contratos importantes, porque as grandes empresas estão cada vez mais adotando uma política de responsabilidade social. Se eu sou honesto, eu quero que as pessoas que trabalham comigo também sejam.

E a primeira coisa que a empresa deve ter para mostrar que é honesta é uma boa contabilidade. Por isso a maioria das grandes multinacionais já não aceita esse tipo de prática. Isso é fato!

Quais providências contábeis são importantes no processo de fusão e aquisição.

É normal que o empresário não conheça os detalhes contábeis que envolve uma operação como essa, perguntas como: como fica os ativos da empresa nesse processo? Se eu vender parte é diferente de vender integral?

Temos um conjunto de ações contábeis que devem ser conhecidas ao se analisar a empresa para essa finalidade de operação.

Vamos destacar algumas para que o artigo não se estenda muito e fique muito técnico.

  • Contabilidade de aquisição;
  • IRFS – Normas Internacionais de Contabilidade;
  • Patrimônio Líquido;
  • Ágio, Deságio e Goodwill;
  • Balanço empresarial após a compra.

Conclusão

O papel da contabilidade é fundamental para todas as empresas, e quando existe a necessidade de participar de um processo de fusão e aquisição, os controles devem estar claros e precisos, com informações organizadas e disponibilizadas agilmente para a efetividade do processo, pois demonstra confiabilidade.

A empresa que possui a sua contabilidade organizada e ágil, sempre terá um diferencial no mercado atual, cada vez mais exigente.

Não apenas por participar de alguma operação, seja ela qual for, e sim por prezar pela saúde financeira da sua empresa.

Se gostou do artigo compartilhe em suas redes sociais e com amigos, pois somos favoráveis que informação relevante seja disponibilizada como forma de aprendizado e cultura.